O que mais importa

d97b44b57074306f7ef1a1091da4a6fc

Eu não tive que esperar por nenhum resultado de provas: as descobertas eram claras.

Teve um dia que eu dei ao meu filho um teste prático, sem preparação, e um beija flor salvou o meu dia e me lembrou que educação é mais do que uma prova padronizada. Eu fui lembrada que a natureza e o cuidado pelos seres vivos me ensinam mais do que milhões de folhas de atividades.

Mas apesar da perspectiva melhorada, eu ainda me surpreendi com os resultados daquele dia de teste ‘real’. Felizmente, dessa vez não teve choro. Nós estávamos preparados. Nós havíamos trabalhado duro para terminar o currículo do meu filho nesse ano. Nós havíamos completado muitos testes. Nós revisamos os conceitos daquele ano. Como nós nunca havíamos feito nenhuma prova, eu realmente não tinha ideia de como ele faria isso.

No geral, eu só queria ter essa experiência de prova para identificar onde nós precisaríamos focar nossos esforços no ano seguinte. E isso funcionou.

Na manhã da prova, eu percebi vários problemas de comportamento no meu filho. Me dei conta que eles só aumentavam – reclamação, obediência sem rapidez, trabalho feito após hesitação, argumentação, desrespeito e interrupção.

Para minha surpresa, eu fez a prova muito tranquilamente. Bom, ele pode muito bem ter acertado tudo. A aplicadora do teste, uma sábia mulher que já fez homeschooling com várias crianças, disse, com um sorriso, que eu podia relaxar com as matérias um pouquinho.

O que eu tinha que focar a partir de então ficou muito claro: Não era matemática, não era leitura e compreensão, não era gramática. Era o caráter! O teste nos mostrou que precisávamos de uma correção sutil no curso:

Atitude, acima de aptidão
Respeito, acima de leitura e compreensão
Gratidão, acima de gramática
Mansidão, acima de habilidades matemáticas.

 É claro que eu sei disso, certo? Nós todos sabemos. Nós fizemos os Letter Lesson¹ por anos. Mas era mais fácil focar quando eles eram menores. A tentação quando eles crescem – e as matérias são cada vez mais acadêmicos – é deixar o desenvolvimento do caráter escorregar, uma vez que temos tantas matérias para aprender.

Eu, então, disse ao meu marido: “Sabe, poderíamos tirar um ano inteiro de férias do nosso currículo formal e concentrar apenas em caráter, hábitos, atitudes e habilidades para a vida e estaríamos bem academicamente.”

Isso me lembrou das famosas palavras de Charlotte Mason:

“A questão não é ‘Quanto o jovem sabe?’ ao terminar sua educação, mas ‘O quanto ele se importa?'” (tradução livre)

Como ensinamos esse tipo de educação, então?

É fácil ir ali e comprar o próximo livro de matemática. Mas não é tão fácil discernir os corações dos nossos filhos, ver os modos sutis em que eles tendem para o egoísmo e o ‘direito’ de ter algo, ingratidão ou preguiça. Mais difícil ainda perceber essas mesmas coisas no nosso próprio coração!

Claro que isso parecerá diferente para cada um de nós. Não existe um pacote de como lidar com o desenvolvimento do caráter (Como eu gostaria de comprar um ‘kit de caráter’ na Amazon!). Para nós, isso significa determinar 5 hábitos chave que deixamos passar, onde nós vamos escolher focar nossa atenção nos dias a seguir, ainda que isso implique em dar um passo atrás nos assuntos acadêmicos.

Para nós, eles são:

  1. Obedecer prontamente e com alegria
  2. Respeitar os outros
  3. Trabalhar diligentemente e entusiasticamente
  4. Expressar gratidão
  5. Exercitar domínio próprio

Sabe, se conseguirmos alcançar isso nesse ano, eu estarei satisfeita 🙂

Entre essas 5 coisas, engolir dezenas de bons livros e gastar várias horas do lado de fora, na natureza – acho que já temos nosso plano do homeschooling.

Agradecida que um teste padronizado me ensinou isso 🙂

Como VOCÊ foca no desenvolvimento do caráter no meio das atividades acadêmicas? Compartilhe conosco. Obrigada por ler!

Texto escrito por Kari Patterson, do blog Sacred Mundane, reproduzido em Simple Homeschool. Traduzido por Nossa Herança.

¹ Letter Lessons: um recurso comum entre pais cristãos, que consiste em pegar textos bíblicos que tratem diretamente de traços ou comportamentos para instruir os seus filhos desde pequenos. Para tratar de mansidão, por exemplo, pode-se usar o texto de Mateus 5.5, fazendo as crianças memorizarem e internalizarem as verdades expostas no texto. Para mais exemplos, clique aqui (em inglês).

2 comentários sobre “O que mais importa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s