Aplicação do Método Clássico à catequese de crianças – Educação Domiciliar

familygathered

O que a catequese tem a ver com a Educação Domiciliar? Lendo esse texto espero que você tenha ideia da relação dessas duas coisas…
Se você ainda não leu o texto aqui do blog sobre ensinar a Palavra de Deus para seus filhos, leia aqui – e não deixe de assistir o vídeo do pequeno Giancarlo respondendo às perguntas!

Por Aláuli OliveiraEducação Domiciliar

“Temos 5 filhos. A mais velha tem 9 anos e o mais nova 8 meses. Em nosso culto doméstico todas nossas crianças estão presentes. E todas elas participam de alguma forma. As duas mais velhas, que já sabem ler, participam da leitura inicial de nossa devocional. Os dois menores oram quando solicitados e a caçula (8 meses), por enquanto, grita e distrai os irmãos.

O culto doméstico é o primeiro ato do nosso dia de educação domiciliar (ED). É quando ensinamos a sã doutrina aos nossos filhos por meio da catequese, ou seja, usando os catecismos reformados. Para as maiores, de 9 e 6 anos, usamos o Breve Catecismo. Para os menores, 4 e 3 anos usamos o Catecismo Infantil (Os Puritanos). Um questionamento que sempre me fazem é se meus filhos entendem o catecismo com todos aqueles termos teológicos complicados, etc. Também me questionam se deixar meus filhos pequenos no culto público não seria prejudicial para eles, uma vez que a linguagem não lhes é apropriada. Então, perguntam: não seria melhor manda-los para o “culto infantil” que tem uma linguagem (historinhas) mais adequada ao entendimento deles?

É possível que você faça estes questionamentos a si mesmo. Será que é útil catequizar uma criança pequena? Será que os catecismos são mesmo adequados às crianças de 3 e 4 anos? Vamos ver. Vou dar um exemplo. Como falei, usamos o Catecismo Infantil com nossos filhos pequenos. Vou tomar a pergunta dez como exemplo.

P. 10. Como chamamos esse ensino de que Ele (Deus) é um único Deus em três pessoas?

R.: Trindade.

Fazer esta pergunta a uma criança de 3 anos pode ser assustador! Pensamos: como vou explicar ao meu filho de três anos o que é trindade? Mas, o termo trindade não é o único estranho para os pequenos. Eles podem, por exemplo, querer saber o que é pessoa. Bem… parece que só piora, né? Mas, vamos ver um postulado bíblico com o qual também concorda a educação clássica.

As crianças pequenas não precisam necessariamente entender, elas precisam saber a verdade. “tu as inculcarás a teus filhos” é o imperativo bíblico para os pais (Dt 6.7). Crianças pequenas estão na fase que a educação clássica chama de Gramática. É um período de absorção de vocabulários e conceitos (nem sempre completamente compreendidos). Nesta fase não se deve exigir da criança compreensão lógica, concatenação de ideias, mas simples e diligentemente lhe ofertamos conhecimento e ela o absorverá.

No que diz respeito a catequese, nesse período a criança deve se familiarizar com as afirmações doutrinárias e adquirir o vocabulário teológico/bíblico que, mais tarde, nas fases lógica e retórica, serão úteis para o entendimento dos conceitos já postos em sua mente e para lhe dar sabedoria para viver segundo estes e expressá-los em sua vida. Sendo assim, quando ensino a pergunta dez do Catecismo Infantil para o Lucas de “tlês” anos, não pretendo explicar-lhe o que é Trindade (confesso que eu mesmo nunca passei para fase lógica nesta doutrina), mas somente que guarde a afirmação: Deus é Pai, Filho e Espírito Santo e este ensino (ou doutrina) se chama Trindade. Então eu pergunto: “Como chamamos esse ensino de que Ele (Deus) é um único Deus em três pessoas?”. E Lucas reponde: “Tlindade”. Está ótimo! É isso mesmo! Curiosamente, nem Lucas nem Lorena (4 anos) me perguntou o que significa Trindade.

Mas fica melhor! Esta é parte surpreendente. Usamos o catecismo infantil porque achamos mais fácil para os pequenos decorar. Mas usamos o Breve Catecismo de Westminster com as nossas filhas maiores – uma delas, Júlia, em transição para fase lógica. Depois de fazermos a pergunta dez do infantil para os pequenos, voltamo-nos para as maiores e fizemos a pergunta 21 do Breve:

P. 21. Quem é o Redentor dos escolhidos de Deus?

R.: O único redentor dos escolhidos de Deus é o Senhor Jesus Cristo que, sendo o eterno Filho de Deus, se fez homem, e assim foi e continua a ser Deus e homem em duas naturezas distintas, e uma só pessoa, para sempre.

Dia desses, depois de fazer a pergunta para as mais velhas e ouvir a reposta de cada uma delas individualmente, Lucas nos surpreendeu com a seguinte solicitação: “quelo falar sozinho”. Então, repeti a pergunta para ele. Ele respondeu: “O único redentor dos escolhidos de Deus é o Senhor Jesus ‘Clisto’”. Não creio que Lucas saiba o que é um redentor ou o que significa ser escolhido. Isto não necessário agora. Mas está gravado em sua cabeça, e espero que em seu coração também, que Cristo é o único redentor dos eleitos de Deus. Está bom por enquanto!

Os catecismos são adequados às crianças pequenas? A reposta é sim. E o mesmo serve para o culto público e o sermão. Na fase em que se encontram, o importante não é compreender, mas absorver a verdade.

Por isso, quero encorajá-lo a ensinar o catecismo aos seus filhos pequenos e memorizar as perguntas/respostas com eles. Da mesma forma a ler nas Escrituras, não somente as histórias, mas também os textos doutrinários. A deixá-los com a congregação no culto público e incentivá-los a ouvir o sermão. Ou seja, inculque e, no futuro, eles perguntarão o que tudo isso significa. Mas aí já é assunto para outro artigo.

Antes de encerrar, quero  fazer as seguintes recomendações:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s